Red Hat e Microsoft juntas?

pinguim-red-hat-microsoft-20090217135630

Era março de 2007, quando o gerente geral da Red Hat para a América Latina, Gabriel Szulik, deu sua opinião sobre o acordo comercial envolvendo sua principal concorrente do mundo aberto, a Novell, e a "vilã" do software proprietário, a Microsoft. “Não venderemos a alma para a Microsoft, como fez a Novell”, afirmou em uma coletiva de imprensa realizada no Brasil. Segundo ele, a empresa considerava o acordo realizado pela sua concorrente uma traição à comunidade do software livre.

Na época, talvez já prevendo o inevitável, Szulik ponderou que uma aliança nos termos da Novell estaria totalmente descartada, mas isso não impediria que Red Hat e Microsoft conversassem no âmbito técnico. “Sempre estaremos abertos para conversar sobre compatibilidade entre as plataformas”, disse o executivo.

Na realidade, antes mesmo de Novell e Microsoft anunciarem a famigerada parceria de negócios, já havia conversas envolvendo Red Hat e Microsoft. No entanto, a turma do chapéu vermelho não aceitou algumas das exigências da criadora do Windows, sobretudo em relação a patentes, e rejeitou uma aliança. Não é necessário dizer que as mesmas exigências foram aceitas pela Novell, deixando a sua parceira ideológica bastante irritada.

E parece que a Red Hat sentiu na pele a necessidade de fazer um acordo com a empresa de Steve Ballmer. Num anúncio feito esta semana no site da desenvolvedora de Linux, a Red Hat afirma que está expandindo a interoperabilidade entre a virtualização de servidores de ambas as companhias.

“Em resposta à forte procura dos clientes, a Red Hat e a Microsoft assinaram acordos recíprocos para permitir maior interoperabilidade entre as plataformas de virtualização das empresas. Cada companhia irá aderir ao programa de validação/certificação da outra e prestará suporte técnico para os seus clientes mútuos”, diz o comunicado.

Uma vez que os testes de compatibilidade estiverem finalizados, os clientes de ambas as empresas receberão suporte técnico para rodar o Windows Server virtualizado no Red Hat Enterprise Virtualization, e o Red Hat Enterprise Linux virtualizado no Windows Server 2008 Hyper-V. As futuras versões dessas plataformas também estão dentro do acordo, mas fica de fora qualquer negociação envolvendo valores financeiros ou patentes.

Logo na primeira pergunta do FAQ, a Red Hat já deixa bem claro qual é a resposta para qualquer questionamento malicioso que possa existir. “Este é um acordo conjunto entre Red Hat e Microsoft?”. A resposta: “Não se trata de um acordo comum. A Microsoft irá ser listada no lista de certificação de hardware quando tiver concluído o processo de certificação Red Hat”.

Fonte Revista Info

http://info.abril.com.br/professional/linux-cia/red-hat-e-microsoft-de-maos-da.shtml
http://info.abril.com.br/professional/linux-cia/red-hat-e-microsoft-de-maos-da.shtml?2

Red Hat
http://www.redhat.com/promo/svvp/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s