Azure

Criando Pontos de Extremidade Windows Azure (Liberando portas no Firewall)

Vamos criar pontos de extremidades no Windows Azure, na realizadade vamos liberar no firewall do Windows Azure portas de acesso para nossa maquina virtual dentro do Windows Azure.

No Windows Azure cada maquina virtual recebe um IP Privado interno e um IP Público, porém o acesso é através de NAT passando pelo firewall do Windows Azure (Eu particularmente prefiro assim é mais seguro), vejo no desenho abaixo como funciona

image

ao acessar o endereço IP 23.97.99.183 ou o nome de DNS BRSPSRV001.cloudapp.net o firewall faz o NAT na porta 80 (ha que vamos liberar) para a maquina virtual.

Veja na imagem abaixo que nosso servidor WEB já está disponivél

image

Poré quando acessamos pelo IP 23.97.99.183 ou pelo nome DNS BRSPSRV001.cloudapp.net de fora do Windows Azure não conseguimos porque a liberação não foi feita

image

image

Agora vamos fazer a liberação da porta 80

No portal do Windows Azure acessa clique em sua maquina virtual

image

Depois clique em pontos de extremidade

image

Agora clique em adicionar

image

Vamos habilitar “Adicionar um ponto de extremidade autônomo”

image

Em Nome escolha “HTTP”
Protocolo “TCP”
Porta Pública “80”
Porta Privada “80”

Neste exemplo usaremos essas configurações, mas podemos fazer por exemplo o seguinte NAT, porta pública “8080” e privada “80”.

Deixa as demais opções em branco

image

Clique ok

A regra está sendo criada

image

Pronto a regra foi criada, o NAT da porta 80 pública para porta 80 privada está ok.

image

Agora em nosso navegador podemos acessar nosso site normalmente

Por nome de DNS

image

Por IP Público

image

Isso vale para qualquer porta tanto para Windows Server como VM com Linux.

E no Firewall do Windows as portas devem estar liberadas também.

Criando endereçamento IP de rede personalizado Windows Azure

Acesse o portal do Windows Azure.
Vá para “REDES”
image

Depois em Criar um rede virtual
image

Temos que preencher os seguintes campos:

NOME (Escolha um nome onde tenha facil entendimento)
AFFINITY GRUPO (Grupo de afinidade, neste exemplo vamos criar um)
Região (Qual datacenter irá escolher)
Nome do Grupo de afinidade (Neste exemplo iremos usar BRAZIL)

image

Conectividade entre Servidores DNS e VPN (Não iremos escolher neste momento)

image

Agora vamos escolher o endereçamento IP de nossa rede virtual, neste exemplo ovamos usar 192.168.0.0/24 somente com uma Sub-rede para melhor entendimento, mas podemos ter varias sub-redes dentro desta rede.
Neste exemplo vamos usar a rede 192.168.0.0/24 com Subnet /27 com mascara

image

Clique OK
A operação de criação começou

image

Agora nossa rede virtual está criada

image

Agora vamos criar uma maquina virtual dentro deste rede.

Clique em novo+

Computação | Máquina Virtual | Da Galeria | Escolha o SO (Neste exemplo vamos usar Windows Server 2008 R2 SP1)

image

Data da liberação (Escolha a mais recente, neste exemplo 17/04/2014

Nome da maquina virtual (Neste exemplo BRSPSRV001)
Camada (Neste exemplo, vamos utilizar a PADRÃO)
Tamanho (Neste exemplo, vamos utilizar A1 a menor)
Nome de usuário (Neste exemplo “csantana”
Senha (Uma senha de sua escolha)

image

Serviços de Nuvem (Como neste exemplo não temos nenhum criado, vamos deixar o azure criar um)
Nome DNS do Serviços de Nume (Neste exemplo como informado acima ovamos utilizar BRSPSRV001)
Região/Grupo de afinidade/Rede Virtual (Agora temos que ter atenção, pois criamos um rede virtual e um grupo de afinidade, se escolher o grupo de afinidade não iremos conseguir utilizar nossa rede virtual criada, então vamos escolher o norme da rede virtual que criamos 192_168_0_-24)
Sub-Redes da rede virtual (Como não criamos nenhuma deixe como está)
Conta de armazenamento (neste exemplo como não temos nenhuma deixe o azure criar)
Conjunto de disponibilidade (Neste exemplo vamos deixar como “Nenhum”)
Ponto de Extremidade (Aqui você escolhe as portas que quer liberar no firewall, neste exemplo vamos deixar somente a “RDP” e “PowerShell”, depois podemos adicionar portas)

image

Ok

Configuração da máquina virtual, temos algumas opções:

Agente VM (Neste exemplo vamos habilitar)
Extensões de Configurações (Neste exemplo não vamos habilitar nenhuma)
Extensões de Segurança (Neste exemplo não vamos habilitar nenhuma)

Ok para começar a criação da maquina virtual

A criação da maquina virtual começou

image

Maquina criada vamos acessa-la

image

Quando acessamos nossa maquina virtual temos as seguintes configurações de endereçamento IP

IP: 192.168.0.4
Msk: 255.255.255.224
GW: 192.168.0.1

image

image
Desta forma conseguimos criar VPN e ter acesso pelo sua rede local utilizando a rota 192.168.0.0/24 XXX.XXX.XXX.XXX (XXX = Seu conector de VPN com Windows Azure)